Feeds:
Posts
Comentários

Archive for the ‘Carioca (Rio de Janeiro)’ Category

Sabadão de sol e você acordou cedo. Quer fazer uma festa que dure praticamente o dia inteiro e não sabe como? Que tal uma feijoada daquelas, servida somente aqui no Brasil? Os amigos “gringos” irão se surpreender !!
Essa receita é a mais difícil (por enquanto) desse blog. Mas ela serve 8 pessoas ou 22 modelos…hehehehe. A receita, para não deixar na mão, vem completa. Capriche!

Ao final, peça educadamente para as visitas ajudarem na limpeza da casa já que foi você quem preparou tudo, com certeza não irão reclamar! Faça e confira!

Escolha as carnes evitando as gorduras, e apresente uma bela caipirinha.

Ingredientes:
1/2 kg de feijão preto de boa qualidade
1/2 kg de carne seca de boa qualidade
1/2 kg de lombo salgado
1/2 kg de costela salgada
1/2 kg de bacon de boa qualidade
4 lingüiças calabresa defumadas
4 cebolas grandes picadas bem pequenas
6 cabeças de alho triturados ou socados bem pequenos

Farofa:
2 lingüiças calabresa defumadas ou carne seca cortadas bem pequenas
1/2 kg de farinha de mandioca branca
2 pacotinhos (120 g) de tempero para feijão

Couve:
2 moles de couve cortada bem fininha
2 cabeças de alho

Molho vinagrete:
2 cebolas grandes cortadas bem pequena
2 tomates grandes cortados pequenos
2 pimentões
2 moles de salsinha cortado pequeno
250 ml de suco de limão
250 ml de azeite de oliva
100 ml de vinagre
Sal a gosto

Modo de Preparo
Escolha e lave o feijão, coloque de molho por no mínimo 3 horas antes de cozinhar
Cozinhe com a mesma água em uma panela de pressão, com água até a marca da panela, por 20 minutos
Escalde bem as carnes salgadas até retirar o excesso de sal
Abra a panela, coloque as carnes e deixe cozinhar por mais 20 minutos
Apague o fogo e reserve
Refogue no azeite o alho e a cebola, tempere o feijão com sal a gosto

Farofa:
Frite a lingüiça  ou a carne seca em manteiga
Coloque os 2 envelopes de sazón e a farinha
Misture bem e apague o fogo

Couve:
Frite o alho no azeite, quando estiver bem douradinho jogue a couve, refogue com sal a gosto e apague o fogo
Molho vinagrete:
Misture a cebola, o tomate, o pimentão, a salsinha, o suco de limão, o azeite, o vinagre e sal a gosto
Sirva com arroz branco, laranjas e aquela caipirinha

Pois bem, ao final  não esqueça das sobremesas, pois elas serão essenciais. Um Bom mousse de maracujá, umas laranjas e o abacaxi bem geladinho, cortado em tiras, com raspas de hortelã, finalizam a festa.


Anúncios

Read Full Post »

A caipirinha é uma das bebidas brasileiras mais conhecidas internacionalmente. No Brasil, é servida na maioria dos bares e restaurantes.

Caipirinhas geralmente são preparadas para um copo de cada vez, já que seus ingredientes têm quantidades irregulares e não se misturam perfeitamente, o que complica fazer uma boa divisão. (mas os “cachaceiros de plantão” fazem um litro de uma vez só com os olhos fechados…rs).

Existem muitas variações, porém a tradicional é a caipirinha de limão. Por esse motivo decidi colocar aqui a receita da caipirinha tradicional.

 Ingredientes: 

1 limão-taiti de casca fina
4 colheres (chá) de açúcar
Cachaça a gosto
Gelo a gosto

Modo de preparo:

O limão, já lavado, deve ser cortado em gomos (recomendo retirar a casca do limão antes de amassar assim ele não fica com aquele gosto meio amargo. Amasse-o com um socador, de preferência em um copo baixo e largo. Acrescente a cachaça misturando-a com o limão (espremido) e o açúcar. Acrescente gelo.

Para enfeitar, coloque na borda do copo uma rodela fina de limão.

*Se for dirigir, não beba.
**Produto destinado à adultos.
***Beba com moderação.

Read Full Post »

Uma festa popular é um ato de preservação das tradições de um povo. Um dos aspectos que mais caracterizam as tradições é a culinária. No Brasil não é diferente, cada Estado  tem a culinária específica para cada festa.

Janeiro

A Festa de Reis é comemorada em todo o país. Tradicionalmente, em comemoração a São Sebastião come-se bacalhau no Pará, na Bahia, no Ceará e no Maranhão.

 

 

 

 

Fevereiro

O Carnaval é comemorado de varias formas por todas as partes do país, os mais famosos são os comemorado no Rio de Janeiro e na Bahia. Na Bahia come-se filhoses, bolinhos de trigo com ovos e manteiga, escaldado em água fervente, depois frito e servidos com calda de açúcar, cravo, erva-doce e canela.

 

 

 

 

 

 

                                                                                                                                                            

 Março/Abril

 É comemorada a Semana Santa, onde na sexta-feira da Paixão não se come carne vermelha, aumentando bastante o consumo de peixes, principalmente o bacalhau. No Espírito Santo come-se a torta capixaba que leva peixes e mariscos.

 

 

 

 

Maio

 A Festa do Divino Espírito Santo é comemorada em todo o Brasil. E Pirenópolis, GO é ser galinha, empadão goiano, arroz com pequi e leitão à pururuca. Em Diamantina, MG há pão de queijo, feijão de tropeiro e bolo de fubá.

 

 

                                                                                                                                                                                             

 Junho

Na Festa Junina, onde são comemorados alguns santos, são servidos diversos pratos a base de milho, muguzá doce e salgado, canjica, cuscuz, curau, pamonha, pé-de-moleque, doce de batata-doce, jerimum, arroz doce e bolos.

  

 

 

                                                                                                                                                                                                                                  

 Julho 

Em São Paulo, SP, mais especificamente no bairro da liberdade, bairro com a maior concentração de descendentes de japoneses, comemora-se a Tanabata Matsuri (a Festa das Estrelas).

 

 

                                                                                                                                                                                                                                                                 

 Agosto

Em São Paulo, SP, mais especificamente no bairro do Bexiga, bairro com a maior concentração de descendentes de Italianos, comemora-se a  Festa de Nossa Senhora da Achiropita onde come-se comidas típicas do sul da Itália, principalmente massas. No centro do Xingu, MT é realizada a maior festa indígena do Brasil o Quarup onde come-se peixes moqueado e mandioca.

 

 

                                                                                                                                                                                                              

 Setembro

 Em Porto Alegre, RS é comemorada a Semana Farroupilha com shows pratos e danças típicas. Em Alter do Chão, PA é comemorada a Festa do Sairé com pratos feitos com peixes da Região.

 

 

                                                                                                                                                                                                               

 Outubro

Na cidade de Belém, PA comemora-se o Círio de Nazaré onde é servido o pato no tucupi, a maniçoba, e o tacaca. Em Blumenau, SC é comemorada a Oktoberfest, onde são servidos o marreco com repolho roxo, eisben e kassler e muita cerveja. Em Itajaí, SC comemora-se a Marejada, na qual são apreciados o bolinho de bacalhau e a sardinha na brasa.

 

 

                                                                                                                                                                                                                 

 

 Novembro/Dezembro

 O final do ano trás o ciclo natalino, o qual é marcado pela presença do peru, do frango, do leitão, do pernil, das frutas cristalizadas ou secas, e o panetone em todas as Regiões do Brasil.

Read Full Post »

A culinária carioca é muito marcada pela influencia portuguesa, através da utilização do bacalhau, os cozidos, os ensopados, caldos e iscas de fígado. O bacalhau é cozido, assado ou grelhado e tem por acompanhamento brócolis, azeitonas, cebola, grão de bico, batata, ovo cozido, arroz branco e pimentão, sendo o mais famoso o bacalhau a Gomes de Sá.

Dentre os cozidos, a dobradinha com bucho de boi e feijão-branco, o guisado de cordeiro cozido à portuguesa servido feijão-branco ou favas, o cassoulet (francês), o puchero (espanhol) e o próprio cozido português, o qual originou a feijoada carioca, a qual é sempre acompanhada por uma bebida bem brasileira, a caipirinha.

Nota-se a presença baiana nas moquecas de peixe, de camarão, de sururu, no vatapá e no angu.

No litoral sul, em Paraty e o peixe é preparado na folha de bananeira ou ensopado, com banana ou azul-marinho. Em Angra dos Reis o camarão casadinho, o arroz de polvo, a lula refogada, a sopa de aipim com camarão e o ensopado de cação. Nas demais cidades os pescados são acompanhados por farinha de mandioca (que em Mangaratiba é conhecida por farinha de tapioca e em Angra dos Reis pó farinha da terra), banana e abóbora. Em Mangaratiba ostras e siris são recheados.

Na região dos lagos encontramos o badejo, arraia, a barracuda, o cação, a carapeba, cherne, a corvina, a enchova, o peixe-espada, o namorado, o olho de boi, o pargo, o parati, a pescada, o robalo, a sardinha, o xaréu, a lula, o polvo, o mexelhão, a cavaquinha, a lagosta e o siri, quais são fritos ou assados com farofa ou servidos com molho ou em moquecas, caldeiradas, frigideiras e omeletes, acompanhados de farinha de mandioca, pirão ou banana.

Mesmo sendo uma cidade litorânea, Campo dos Goytacases tem preferência pela carne de gado bovina e suína, fritas ou ensopadas.

Nas áreas rurais aparecem o milho e o feijão.

Em São Pedro da Aldeia e Saquarema, consomem-se ovas de tainha. Em Araruama, o xaréu. Marica, a tainha. E em Macaé, camarão com chuchu.

No interior é forte a influência mineira, o tutu de feijão, carne bovina, suína e de aves. O churrasco e a carne de sol frita e acompanhada de feijão, arroz e farinha de mandioca também são encontrados.

Na região serrana, com influencia alemã e suíça, devido o frio, consome-se os pratos: fundue, eisben, salsichas e kassler, encontrados nas cidades de Petrópolis, Teresópolis e Nova Friburgo.

Read Full Post »